Atlético faz 2 a 0 no Coritiba e é campeão paranaense 2018

No segundo jogo da final do Campeonato Paranaense 2018, o Atlético-PR levou a melhor sobre o Coritiba por 2 a 0, resultado que serviu para o Rubro-Negro conquistar o título estadual deste ano. Para um público de um pouco mais de 25 mil pessoas na Arena da Baixada, em Curitiba, o Furacão saiu na frente no fim do primeiro tempo com Bruno Guimarães, e na etapa complementar, fechou a conta com o artilheiro Éderson, que guardou o dele e deu números finais no Atletiba.

Este foi o 24º título paranaense do Atlético-PR, que não vencia a competição desde 2016, quando derrotou o próprio Coritiba na final daquele ano.

Atlético pressiona e marca no fim do primeiro tempo

O jogo começou pegado, e o Coritiba foi quem arriscou primeiro. Aos 4 minutos, Matheus Galdezani mandou de fora da área e mandou sem perigo. A partir daí só deu Atlético e quase marcou aos 13 numa grande jogada, Deivid estava na pequena área, o volante finalizou e Wilson operou um milagre para fazer grande defesa e salvar o Coxa.

Com maior volume de jogo, o Furacão permaneceu em cima do adversário e aos 36 minutos teve mais uma boa oportunidade. Após bate-rebate na área, a bola sobrou para João Pedro arrematar, e em cima da linha, Marcos Moser tirou para a linha de fundo, salvando a sua equipe. Aos 47 minutos, não teve jeito, o time da casa empurrado pela sua torcida marcou o primeiro gol do clássico. Bruno Guimarães deu um corte no marcador dentro da área, e na saída de Wilson, mandou de canhota no ângulo direito, tirando o zero do marcador na Arena da Baixada.

Éderson marca o dele e dá o título para o Furacão

Na etapa final, o Atlético se manteve no campo de ataque e aos 11 minutos fez o segundo. Marcinho rolou para Rena Lodi da esquerda, que cruzou na medida para Ederson empurrar para gol dentro da pequena área, ampliando para o Furacão na Arena. A partir daí o Coritiba foi para cima e aos 20 quase diminuiu. Na cobrança de falta, Júlio Rusch rolou para João Paulo, que mandou forte, mas a bola desviou na barreira e foi para a linha de fundo. No minuto seguinte, aos 21, o Coxa perdeu uma grande chance de marcar. Pablo recebeu livre na área e pegou de primeira para mandar por cima do travessando, desperdiçando a melhor oportunidade para a equipe Alviverde.

Já o Furacão tentava se aproveitar dos avanços do adversário armando contra-ataques com velocidade. Aos 30 minutos, Yago avançou pela direita, trouxe para o meio e de fora da área tentou colocado e acabou mandando por cima da meta. No minuto seguinte, Renan Lodi chutou forte e Wilson fez grande defesa, salvando mais uma vez o Coxa.

Melhor em toda a partida, o Atlético quase marcou o terceiro aos 41 minutos. Zé Ivaldo rolou para Yago cruzar da direita e Marcinho chegou dividindo com Marcos Moser e deu o toque final mandando de cabeça a esquerda de Wilson. Já nos acréscimos, a equipe do Alto da Glória teve a bola do jogo numa falta frontal próxima da área. Júlio Rusch foi para a cobrança e mandou por cima, para a festa da torcida atleticana, que esperou o árbitro apitar o fim do jogo e comemorar o título do Paranaense de 2018.

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO-PR 2 X 0 CORITIBA

Atlético-PR: Caio; Diego, Zé Ivaldo, Léo Pereira e Renan Lodi; Deivid, Bruno Guimarães, Matheus Anjos e João Pedro (Emerson); Marcinho e Éderson (Alex Sandro).
Técnico: Tiago Nunes.

Coritiba: Wilson; Marcos Moser, Thalisson Kelvin, Romércio e Léo Andrade; Julio Rusch, João Paulo, Thiago Lopes (Kady) e Matheus Galdezani; Kleber e Pablo (Iago Dias) (Alecsandro).
Técnico: Sandro Forner.

Local: Arena da Baixada, em Curitiba.
Data/Horário: 08/04/2018, às 16h.
Árbitro: Felipe Gomes da Silva.
Assistentes: Luciano Roggenbaum e Luiz Henrique De Sousa Santos Renesto.

Público/Renda: 25.721 total / R$ 1.080.100,00.
Cartões amarelos: Bruno Guimarães, Renan Lodi e Deivid (Atlético-PR). Matheus Galdezani e João Paulo (Coritiba).
Gols: Bruno Guimarães aos 47’ do 1º tempo e Éderson aos 11’ do 2º tempo para o Atlético-PR.

Foto: William Ramos / Redação em Campo.

Siga em:
Com gols de bola aé
CE União não conse

Jornalista formado pela na Universidade Tuiuti do Paraná. Começou como estagiário em 2005 no jornal Folha de Guaratuba, onde atuou até 2007. Desde 2012 no Redação em Campo. Em 2013 passou a cobrir o Paraná Clube. Além de ser apaixonado por futebol, também acompanha vôlei, basquete, tênis e automobilismo. Voluntário da FIFA na Copa 2014.

Classifique este artigo