Athletico e Londrina vencem, mas Coritiba e Paraná ficam no empate na Copa São Paulo de Futebol

Pela segunda rodada da Copa São Paulo de Futebol Júnior, os paranaense alcançaram duas vitórias e dois empates. O Athletico Paranaense venceu o Comercial (SP), o Londrina goleou o Taboão da Serra (SP), o Coritiba ficou no empate com o Madureira (RJ) e o Paraná Clube também empatou com o Santo André (SP). O Furacão é o único paranaense já garantido na próxima fase da Copinha.

Athletico Paranaense

No Grupo 6, o Furacão repetiu o placar do primeiro jogo e venceu o Comercial (SP) por 3 a 0, na noite do último domingo (6), no Estádio Alonso de Carvalho Braga, em Tupã (SP). Os tentos da equipe Rubro-Negra foram marcados por Lucas Halter, Bruno Leite e Vitinho. Com mais três pontos, o Athletico garantiu sua classificação para a 2ª fase com seis pontos na competição, não podendo ser alcançado pelo terceiro colocado.

Como no primeiro jogo, o gol inaugural do Furacão saiu de bola aérea, após escanteio, Lucas Halter cabeceou para balançar as redes, aos 9 minutos da segunda etapa. Com 22′, outro escanteio, Bruno Leite desviou para o fundo das redes, aumentando o placar. Sete minutos depois, boa troca de passes, Vitinho bateu cruzado para dar números finais na partida.

Comercial (SP): Pedro Reis; Lucas Silva, Derick, Guilherme e Igor; Daniel, Leonardo (Victor Hugo), Matheus e Lucas da Silva; João Carlos (Vinicius) e Lucas Firmino.
Técnico: Luis Gustavo Marciano.

Athletico Paranaense: Bento; Welligton Rocha (Khellven), Lucas Halter, Gabriel Fornari e Jáderson; Brener, Christian (Djalma), Welinton (Matheus Rampon) e Vinicius Mingotti (Demethryus; Bruno Leite (Kleiton) e Paulo Bessa (Vitinho).
Técnico: Marcão.

O Athletico Paranaense derrotou o Comercial (SP) e garantiu a classificação antecipada. Foto: Fábio Wosniak/ Athletico Paranaense Oficial.

Para fechar a fase de grupos, o Furacão vai encarar a equipe da casa, o Tupã (SP), na quarta-feira (9), às 20h30, no Estádio Alonso de Carvalho Braga, em Tupã (SP), com um empate garante o primeiro lugar do Grupo 6.

Londrina

Após estrear com um empate no Grupo 24, o Londrina comandado pelo meio-campo Luquinha, goleou o Taboão da Serra por 3 a 0, no Estádio José Sidney da Cunha, em Capão Bonito (SP), na tarde do último domingo (6). Com direito a hat-trick, Luquinha marcou os três gols da partida, somando quatro na competição. Com a vitória, o Tubarão lidera o grupo com quatro pontos junto com o Elosport, mas tem mais gols de saldo.

Aos 19′ do 1º tempo, Victor Daniel foi derrubado dentro da área, Luquinha cobrou com categoria e abriu o placar no interior paulista. Ainda na primeira etapa, em contra-ataque, o meio-campo Alviceleste cortou a marcação dentro da área e bateu no canto alto do arqueiro adversário. No segundo tempo, Danilo tocou para Luquinha, que em posição legal, bateu na saída do goleiro, fechando o placar.

Taboão da Serra (SP): Alan; Guilherme Radeche (Luiz Fernando), Alemão, Matheus Novais e Márcio; Lucas, Oliveira e Thomas (Wesley Rodrigues); Jonathan (Elivelton), Robson e Allan Miranda (José).
Técnico: Diego Souza.

Londrina: Daniel; Alysson Hobert, Cristian, Zé Pedro e Felipe Camilo (Guilherme Silva); Zandoná (Pedrinho), Luan (Júnior) e Luquinha (Jefferson); Victor Daniel (Marcelo), Danilo e Juan (João Mafra).
Técnico: Silvinho Canuto.

Na última rodada, o Londrina briga pela classificação e liderança contra o time da casa, o Elosport, no Estádio José Sidney da Cunha, em Capão Bonito (SP), às 16h, da próxima quarta-feira (9). Com a vitória, o Tubarão garante o primeiro lugar, com o empate, precisa ter o maior saldo para passar em primeiro e com uma derrota, classifica desde que a outra partida termine empatada ou que os clubes não ultrapassem o número de saldo de gols.

Coritiba

Jogando a 2ª rodada do Grupo 26, o Coxa-Branca ficou no empate por 2 a 2 com o Madureira (RJ), no Estádio Municipal Antônio Soares de Oliveira, em Guarulhos (SP), na tarde do último domingo (6) e se complica na classificação. Luizinho e Luiz Felipe deixaram suas marcas pelo Alviverde, só que Gutemberg duas vezes, igualou para a equipe carioca. O Coritiba é o segundo colocado com quatro pontos e está a dois do líder e a três do terceiro.

Com 7 minutos do 1º tempo, Igor Jesus fez a jogada e tocou para Luizinho, que completou para o fundo das redes. Aos 17′, Gutemberg deixou igual o placar em Guarulhos (SP). Com 13′ da segunda etapa, Luizinho cobrou escanteio e o zagueiro Luiz Felipe testou firme para colocar o Coritiba novamente na frente. Porém, nos acréscimos, Gutemberg cobrando pênalti, deixou o placar igual na partida.

Coritiba: Diego; Yan Santos, Mateus Moura (Marcão), Luiz Felipe e Thomaz; Ângelo, Matheus Marcelo (Iago) e Yan Couto; Luizinho (Biro), Igor Paixão e Igor Jesus.
Técnico: Mozart.

Madureira (RJ): Daniel; Rhuan (Cristian), Brenner, Lucas e Rogério; Pedro Henrique, Fábio Schmidt (Diego Neto), Pedro Lucas (Luan Henrique) e Gutemberg; Ian (Leonardo) e Luan Gomes (Rafael).
Técnico: Marcelo Braz.

Na última rodada, o Coritiba vai encarar o líder do Grupo 26 e dono da casa, o Flamengo de Guarulhos (SP), no Estádio Municipal Antônio Soares de Oliveira, em Guarulhos (SP), na próxima quarta-feira (9), às 16h. Para se classificar em primeiro, o Coxa precisa vencer o rival direto, em caso de empate, garante a segunda vaga do grupo, mas se for derrotado, precisa torcer para que o Madureira não vença e tire a diferença de gols.

Paraná Clube

No Grupo 32, o Paraná Clube ficou no empate com o Santo André (SP), no Estádio do Canindé, em São Paulo (SP), na noite desta segunda-feira (7), por 1 a 1 e se complicou na competição. Samuel Amaral fez o tento do clube paulista, enquanto Lucas Sene empatou para o Tricolor. Com o ponto somado, o clube paranaense tem um ponto em duas partidas, ocupando a terceira colocação do grupo.

Aos seis minutos do 2º tempo, após jogada do lado direito, Samuel Amarelo recebeu na marca do pênalti, girou e bateu no canto esquerdo do goleiro Murilo, abrindo o placar para o Ramalhão. Quatro minutos depois, em ótima jogada na linha de fundo direita, houve um cruzamento rasteiro e Lucas Sene só teve o trabalho de empurrar para o fundo das redes, deixando tudo igual.

Santo André (SP): Cleber; Gabriel Xavier (Matheus Cascarelli), João Pedro, Marquinhos e Eric (Renato); Gustavo Santana (Maikon), Edton  (Bruno Martins), Samuel Amaral e Will; Leandrinho (Arthur) e Vitor Carvalho.
Técnico: Fernando Rodrigo Silva.

Paraná Clube: Murilo; Kennidy, Carlos, Paulo Fales (Thiago) e Vitinho (Gustavinho); Kriguer (Lucão), Matheus Silva, Wilson Tamandaré (Vialle) e Matheus Andrade (Raimar); Lucas Sene (João Victor) e Warley.
Técnico: Luciano Simm.

Foto: Fábio Wosniak/ Athletico Paranaense Oficial.

Siga em:
Sem técnico, Cascav
Foz do Iguaçu apres

Jornalista, formado na Unopar em 2015. Nasci e moro em Londrina. Apaixonado por esportes. Gosto de praticar aquele futebolzinho de final de semana. Futebol não é apenas um esporte, mas sim uma forma de viver.

Classifique este artigo