Athletico e Coritiba avançam, e Londrina cai nos pênaltis na Copa São Paulo de Futebol

Pela 2ª fase da Copa São Paulo de Futebol Júnior, três representantes paranaenses entraram em campo, onde dois conseguiram avançar na competição e um parou nas penalidades máximas. O Athletico Paranaense derrotou o Legião (DF), o Coritiba goleou o União Mogi (SP) e o Londrina foi eliminado pelo Fluminense. A dupla Atletiba irá enfrentar clubes paulistas na 3ª fase.

Athletico Paranaense

Jogando na noite de sexta-feira (11), o Furacão enfrentou o Legião (DF) e levou a melhor, vencendo por 2 a 1, no Estádio Alonso de Carvalho Braga, em Tupã (SP). Vitinho e Jáderson marcaram para o Rubro-Negro e Juninho descontou para o clube do Distrito Federal.

A bola só balanços as redes na segunda etapa, com 19 minutos, Khellven cruzou e Vitinho cabeceou para o fundo do gol. Três minutos depois, o Legião teve o atleta Baiano expulso. Aos 24′, após boa troca de passes, Jáderson bateu firme e ampliou o marcador em Tupã. Com 31 minutos, o goleiro do Furacão, Bento tocou com a mão fora da área e também foi expulso. Nos acréscimos, aos 46′, Juninho fez o gol do Legião.

Athletico Paranaense: Bento; Khellven (Victor Cruz), Lucas Halter, Gabriel Fornari e Jáderson; Christian, Brener (Matheus Rampon), Welinton (Welligton Rocha) e Demethryus (Allan); Vinicius Mingotti (Vitinho) e Bruno Leite (Paulo Bessa).
Técnico: Marcão.

Legião (DF): Willian; Estevão, Sousa, Matheus e Lucas; Baiano, Thalisson (Netinho), Luigi e Peppe (Mario); Felipe (Luander) e Kaka (Juninho).
Técnico: Marco Aurélio.

Na 3ª fase da Copinha, o Athletico terá o Mirassol (SP) pela frente, neste domingo (13), às 18h, no Estádio Alonso de Carvalho Braga, em Tupã (SP).

Coritiba

No início da noite deste sábado (12), o Coritiba derrotou com autoridade o União Mogi (SP), por 3 a 0, no Estádio Municipal Francisco Ribeiro Nogueira, em Mogi das Cruzes (SP). Luiz Felipe, Igor Paixão e Igor Jesus construíram o triunfo do Alviverde.

O Coxa-Branca abriu o placar aos 36 minutos da primeira etapa, Luizinho cobrou escanteio na cabeça de Luiz Felipe, que subiu sozinho e testou para o fundo das redes do União Mogi. Na segunda etapa, aos 13′, Igor Paixão cobrou falta e aumentou o placar para o clube paranaense. Sete minutos depois, Matheus Marcelo deu um toque açucarado para Igor Jesus, que antecipou a marcação e encobriu o goleiro adversário, fechando o placar em 3 a 0.

Coritiba: Diego; Yan Santos, Luiz Felipe, Henrique Vermudt (Mateus Moura), Luiz Felipe e Ângelo; Marcão, Matheus Marcelo (Thomaz) e Luizinho; Igor Paixão, Araújo (Iago) e Igor Jesus (Biro).
Técnico: Mozart.

União Mogi: Warlei; Daniel, Danilo Fuga, Vitor (Elvis) e Juninho; Alan (Flávio), João Vitor, Dudu (Jorge) e Fernando (Wesley); Mariano (Juan) e Nicolas (Rafael).
Técnico: Chila.

O Coritiba irá defrontar o São Caetano na 3ª fase da Copa São Paulo de Futebol Júnior, ainda sem data, horário e local marcados.

Londrina

O Londrina ficou muito perto da classificação, mas perdeu a vaga na 3ª fase nas cobranças de pênaltis, pois no tempo normal, ficou no 3 a 3 com o Fluminense, já na marca da cal, 4 a 3 para o clube carioca. Luquinha, duas vezes e Juan, fizeram os tentos do Tubarão, enquanto Samuel, Nascimento e Leandro marcaram para o Tricolor das Laranjeiras.

Com três minutos de partida, Martinelli foi derrubado dentro da área, o árbitro marcou pênalti para o Fluminense. Samuel foi para a cobrança e bateu no meio do gol rateiro, Daniel caiu para o canto esquerdo, 1 a 0 para o time carioca. Aos 12′, Juan ganhou da marcação na linha de fundo e cruzou perto da marca do pênalti, Luquinha apareceu e chapou a bola para empatar a partida.

Com 17 minutos, após cobrança de escanteio na primeira trave, o desvio e Juan dentro da pequena área só empurrou para o fundo do gol, virando o placar para o Alviceleste. Já no segundo tempo, aos 18′, Juan fez boa jogada pela esquerda e tocou dentro da área para Luquinha, que bateu entre as pernas do goleiro adversário, fazendo 3 a 1. Três minutos depois, Leandro chegou a linha de fundo e cruzou, Nascimento subiu sozinho e testou no canto direito de Daniel, que não conseguiu defender, reação do Tricolor.

Já nos acréscimos, na pressão, bola para dentro da área, Leandro dominou no peito e bateu firme no canto direito de Daniel, empatando e levando a decisão da vaga para os pênaltis. Nas penalidades máximas, João Mafra e Gabriel desperdiçaram para o Tubarão, enquanto o Fluminense converteu as quatro cobranças.

Londrina: Daniel; Alysson Hobert, Cristian, Zé Pedro e Felipe Camillo (Guilherme); Zandoná, Luan (Junior) e Luquinha (Gabriel); Victor Daniel (Marcelo Gabriel), João Mafra e Juan (João Vitor).
Técnico: Silvinho Canuto.

Fluminense: Heitor; Calegari, Higor, Giovani e Martinelli (Macula); Nascimento (Thiago), Resende (João Vitor), Marlon e Leandro; Dudu (Luiz Henrique) e Samuel.
Técnico: Gustavo Leal.

Foto: Fábio Wosniak/ Athletico Paranaense Oficial.

Siga em:
Londrina apresenta z
Londrina perde últi

Jornalista, formado na Unopar em 2015. Nasci e moro em Londrina. Apaixonado por esportes. Gosto de praticar aquele futebolzinho de final de semana. Futebol não é apenas um esporte, mas sim uma forma de viver.

Classifique este artigo