Associação de interesses fará Londrina emprestar profissionais a clube paulista no estadual

Após não conseguir o acesso no Campeonato Brasileiro da Série B de 2018, o Londrina já começa a planejar o seu ano de 2019 e entre eles, empréstimos de jogadores e comissão técnica para o Grêmio Novorizontino (SP), para a disputa do Campeonato Paulista. Segundo o executivo de futebol do clube, Ocimar Bolicenho, a associação de interesses dos dois clubes casou para fecharem o acordo.

Em negociações há mais de 40 dias, as diretorias do Londrina e Novorizontino esperaram uma definição sobre o futuro do Tubarão na Série B para anunciarem o acordo entre as duas diretorias. Pensando na competitividade do Campeonato Paulista e visibilidade, o Alviceleste irá emprestar alguns atletas e sua comissão técnica ao clube paulista, retornando para a disputa da Segunda Divisão Nacional em 2019. “É uma conversa que já tem 40 dias, as tratativas se iniciaram lá atrás, através de um convite que o Roberto Fonseca recebeu para disputar o Campeonato Paulista pelo Novorizontino e isso na verdade provocou uma conversa que acabou em uma associação de interesses. É importante que o Roberto dispute um Campeonato Paulista, é importante que ele possa levar principalmente nossa espinha dorsal, para que esses jogadores disputem uma competição de auto nível, que cheguem para disputar a Série B com uma competição de auto nível, que é o Campeonato Paulista, assim o interesse dos dois clubes acabaram casando”, afirmou o executivo de futebol do Londrina, Ocimar Bolicenho.

Ocimar comentou que com a força do primeiro trimestre de competições do clube paulista e a partir de abril com o início da Série B, alguns jogadores e o treinador disputam uma competição forte a nível nacional. “O Novorizontino só tem o estadual de principal competição do ano, que é o Paulista e depois tem a Série D, e nós tem o estadual, que infelizmente está enfraquecido, não é deste ano, já vem há alguns anos e depois temos a Série B, que é uma competição mais importante. Então qual é a ideia, o Roberto Fonseca e o Roberto Júnior [filho e auxiliar técnico de Fonseca] vão para o Novorizontino, vão tentar levar alguns jogadores daqui, para disputarem o Paulista e depois voltarem para o Londrina, assim como os jogadores que se destacarem no Novorizontino e o Roberto achar que sejam úteis para nós na Série B, também virão da mesma forma para o Londrina”, destacou Bolicenho, que ainda disse que os atletas do Tubarão que disputarem o Paranaense e não forem aproveitados para a Série B, serão emprestados para o clube paulista disputar a Série D.

Dos atletas que têm contrato com o Alviceleste, quatro jogadores serão procurados nos próximos dias para saber se existe o interesse de ir ao Novorizontino e retornar ao final do estadual. O lateral-direito, Lucas Ramon, o volante João Paulo e os atacantes Paulinho Moccelin e Carlos Henrique. “Agora vem outro processo, os jogadores que o Roberto quer levar e os jogadores que por ventura queiram ir”, argumentou o executivo de futebol, alegando que eles e seus representantes serão procurados nos próximos dias com a oferta.

Ocimar Bolicenho comentou sobre os erros que o Londrina cometeu em 2018, que causaram a não classificação para a Série A. Neste assunto, falou sobre como os erros podem ajudar no planejamento de 2019. “O que nós estamos fazendo [planejamento para 2019], disputar um campeonato estadual com uma equipe do tamanho do campeonato estadual, fazer uma economia no campeonato estadual para acumular uma gordura para o Campeonato Brasileiro, que é o nosso principal objetivo do ano, não vamos esconder isso. Então é fazer um time do tamanho do estadual, tentar tirar o maior fruto possível dessa parceria, para que a gente comece o Brasileiro diferente do que começamos neste ano, já com o treinador definido e se Deus quiser, com uma equipe mais forte e mais coesa, sem a necessidade de trocar tanto”, enfatizou Bolicenho.

Base para 2019 no Campeonato Paranaense

Para a disputa do Campeonato Paranaense de 2019, onde irá estrear no dia 20 de janeiro, às 17h, no Estádio Albino Turbay, em Cianorte (PR), contra o clube da casa. O Tubarão irá ter no comando técnico o atual treinador da equipe sub-19, Alemão, ex-jogador do clube e que desde meados de 2017, trabalhando com a garotada do sub-19. Sete jogadores do sub-19 deverão subir para o profissional em 2019: o goleiro Biagi, o zagueiro Casagrande, o lateral-esquerdo Felipe, que já fez partidas oficiais pelo clube, o volante Pedro Cacho, o meio-campo Matheus Bianqui e os atacantes Anderson Oliveira, que disputou jogos da Série B e Uelber.

Hoje treinador do sub-19, Alemão deverá assumir o Londrina no Campeonato Paranaense de 2019. Foto: Gustavo Oliveira/ Londrina EC Oficial.

Com os meninos que subirão ao profissional, jogadores mais experientes e que tem contrato mais longo com o clube completará a base para o estadual, como: o goleiro Alan, os laterais-direito Matheuzinho e Raí Ramos, emprestado ao futebol da Geórgia, os zagueiros Luizão e Marcondes, os volantes Germano, Anderson Leite e Rômulo, que está emprestado ao Atlético Goianiense, os meio-campistas Marcinho, emprestado ao Oeste, Igor Miranda e Matheus Olavo e os atacantes Safira, Marcelinho, Wellisson, Luccas Brasil e Miullen, que está emprestado à Chapecoense. Além do lateral-esquerdo Sávio, que está emprestado pelo Ferroviário (CE), mas tem acordado um empréstimo até final de 2020 com o Tubarão.

Não ficam para 2019

Com contratos e empréstimos sendo encerrados no final do mês de novembro, alguns atletas irão ou já se despediram do Londrina: o goleiro Vagner, emprestado pelo Palmeiras, o zagueiro Leandro Almeida, também emprestado pelo Palmeiras, o zagueiro Matheus Mancini, emprestado pelo Atlético Mineiro, o zagueiro Dirceu, tem proposta do futebol tailandês e deve sair do Tubarão, o lateral-esquerdo Victor Luiz, emprestado pelo Cruzeiro, o volante Diego Lorenzi, tem contrato até 30 de novembro, o volante Moisés, emprestado pelo Grêmio, os meio-campistas Higor Leite, Patrick Vieira e Maylson, que contratos até 30 de novembro, o meio-campo Dudu, emprestado pelo Fluminense, os atacantes Jô e Thiago Ribeiro com contratos até 30 de novembro e o atacante Felipe Marques, emprestado pelo Horizonte (CE).

O zagueiro/ volante Sílvio, tem contrato até final de novembro, mas irá conversar com a diretoria para ver se chegam em um acordo, o volante Jardel, tem contrato com o Londrina, mas irá disputar o Campeonato Paulista pela Ferroviária (SP) e o atacante Dagoberto, que tem o contrato se encerrando em 30 de novembro, irá negociar com a diretoria para voltar ao clube na preparação para a Série B, apenas em março, ganhando alguns meses de férias.

A diretoria do Londrina ainda irá se reunir com Dagoberto, mas a tendência é que ele renove com o clube apenas para jogar a Série B de 2019. Foto: Gustavo Oliveira/ Londrina EC Oficial.

Foto: Gustavo Oliveira/ Londrina EC Oficial.

Siga em:
"O acesso coroou as
Maringá FC anuncia

Jornalista, formado na Unopar em 2015. Nasci e moro em Londrina. Apaixonado por esportes. Gosto de praticar aquele futebolzinho de final de semana. Futebol não é apenas um esporte, mas sim uma forma de viver.

Classifique este artigo