18 de October de 2017 2:12:19

Após tropeço em casa, Londrina dispensa três jogadores

Depois do empate em 1 a 1 com o Santa Cruz, na noite da última sexta-feira (22), pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B, a diretoria do Londrina anunciou a dispensa de três jogadores, muito em razão do baixo rendimento desses atletas nos últimos jogos. Foram dispensados, o lateral-direito Telo e os meio-campistas Rafael Gava e Celsinho. O gestor do clube, Sérgio Malucelli, diz que está lista pode até aumentar nos próximos dias.

Em entrevista a Rádio Paiquerê AM, o gestor comentou sobre a última partida. “Infelizmente ontem [sexta-feira] foi um jogo horrível e é uma coisa que não dá para entender, o time vinha jogando bem, contra o Paraná mesmo, na derrota, não foi tão mal assim. Ontem foi um jogo decepcionante, os jogadores tinham um prêmio bom para ganhar, a premiação é muito boa para subir, então tem coisas no futebol que a gente não consegue entender”, afirmou Malucelli.

Sobre os atletas dispensados, Malucelli disse que questões extracampo também pesaram na decisão. “Nós fizemos uma reunião, nós afastamos o Telo, Celsinho e [Rafael] Gava”, e complementou dizendo que mais atletas podem ter seus contratos rescindidos. “Ainda [podem ter mais atletas na lista], ficamos sabendo que existem alguns jogadores na festa, na bagunça e vão ser punidos também”, enfatizou Sérgio Malucelli à Rádio Paiquerê.

Irritado com os últimos resultados, Sérgio Malucelli comentou sobre a postura dos atletas. “Os jogadores são muito superprotegidos, o jogador perde e não acontece nada, se ganha, ele ganha seu prêmio. Quando ganham, fazem fila para pedir prêmio no escritório, quando perdem, somem todo mundo daqui”, disse o gestor do Tubarão.

O meio-campo Celsinho, chegou ao Londrina em 2013, participou da grande campanha do time naquele Campeonato Paranaense e também na Série D. No ano seguinte, foi Campeonato Paranaense e conquistou o acesso para a Série C do Campeonato Brasileiro. Em 2015, jogou o estadual, participou de alguns jogos da Série C e foi emprestado ao Figueirense. Em 2016, foi a vez de defender a camisa do Paysandu, também por empréstimo e em 2017, voltou ao Tubarão. Ao todo, foram 111 jogos com a camisa alviceleste e 20 gols.

Rafael Gava chegou ao Tubarão em 2015, para a disputa da Série C, foi um dos destaques daquele time que alcançou o acesso e o vice-campeonato da competição. No ano seguinte, era um dos trunfos do técnico Cláudio Tencati, mas na reta final da Série B, perdeu espaço e apenas compôs elenco. Neste ano, Gava alternou entre os times titular e reserva, mas ficou muito marcado pelo torcida do Londrina. O jogador fez 94 partidas no Londrina, com oito gols marcados.

O lateral-direito Telo, chegou do Tubarão neste ano, após ser indicado pelo diretoria do Iraty, fez apenas três partidas no Campeonato Paranaense, chegou a ser afastado do elenco no princípio da Série B, mas voltou a treinar com o elenco depois de lesões em jogadores da mesma posição. O Londrina não tem tempo para lamentar, já que nesta terça-feira (26), vai visitar o Oeste, em Barueri, pela 26ª rodada da Série B.

Foto: Gustavo Oliveira/ Londrina EC Oficial.

Atualizado: 24/09/2017, às 12h40

 

 

Siga em:
Toledo busca vitóri
Diante do Botafogo n

Jornalista, formado na Unopar em 2015. Nasci e moro em Londrina. Apaixonado por esportes. Gosto de praticar aquele futebolzinho de final de semana. Futebol não é apenas um esporte, mas sim uma forma de viver.

Classifique este artigo