Após gol Douglas Coutinho se declara: “Além de jogador, eu sou torcedor do Atlético”

Douglas Coutinho ao longo de sua carreira vem acumulando altos e baixos com a camisa atleticana.  O jovem atacante rubro-negro vem tendo mais oportunidades com Fabiano Soares, e assim como o camisa 77 o Atlético-PR também vive oscilando na temporada. Porém, o gol marcado na última partida, que rendeu homenagens ao Atlético e a vitória contra o Vasco da Gama dão uma moral nesta reta final de Série A.

Com cinco mudanças no time titular o Atlético-PR recebeu o Vasco da Gama na Arena da Baixada e após empatar com Chapecoense e ser derrotado pelo Corinthians, voltou a vencer diante de sua torcida. Com gols de Thiago Heleno, Fabrício e Douglas Coutinho o Furacão chegou aos 48 pontos e ganhou duas posições na tabela, agora o rubro negro ocupa a 11ª colocação.

Com Ederson como referência, o Furacão só conseguiu melhor na partida, quando Douglas Coutinho que vinha jogando pela ponta, foi deslocado para a função de centro avante. Desde as categorias de base no clube o camisa 77 declarou seu amor ao Atlético-PR. “Eu beijei o escudo e me emocionei, porque eu amo o que eu faço. Além de jogador, eu sou torcedor do Atlético. Minha casa tem um grafite gigante da torcida e eu comemorando gol. Eu amo estar aqui no Atlético. Se fizer gol, eu beijo o escudo com muito orgulho. A vitória foi muito importante, tanto para mim como para o time. Estávamos precisando”, disse Coutinho.

O atleta também falou  sobre sua posição no campo. “Desde as Categorias de Formação, eu sempre fui centroavante, mas com a minha velocidade não vejo problema de jogar nas duas posições. Tanto contra o Vitória como contra o São Paulo eu joguei nessa posição e pude fazer gol”, complementou.

Sacrifício e honrar a camisa

Para manter o objetivo de voltar a jogar a Libertadores ano que vem, o Atlético-PR vai para as duas últimas partidas do Campeonato Brasileiro precisando tirar quatro pontos para o G7. Os próximos desafios do Furacão serão Avaí, que briga para fugir do rebaixamento, fora de casa e receberá o Palmeiras, que ainda luta pelo vice-campeonato, na Arena da Baixada.

O treinador Fabiano Soares, após a vitória contra o Vasco da Gama, disse com que espiríto a equipe precisa entrar em campo para se manter na briga pela competição sul-americana. “Agora é sacrifício, honrar a camisa. O sacrifício vale a pena. Se conseguimos as duas vitórias contra Avaí e Palmeiras, podemos sonhar com uma vaga na Libertadores”, concluiu o técnico do Atlético-PR.

A penúltima partida do Furacão na temporada será contra o Avaí no próximo domingo (26) às 17h na Ressacada, em Florianópolis, dependendo do resultado o Atlético-PR poderá alcançar seus sonhos, e acabar com o do seu adversário de se manter na Série A.

Foto: Miguel Locatelli/ Atlético Paranaense Oficial

Siga em:
FPF divulga tabela d
Pré-temporada do Fo

Formado em jornalismo pela Uninter em 2014, com especialização em assessoria e gestão da Comunicação pela Positivo em 2016, repórter do Redação em Campo desde 2017, setorista do Atlético-PR e C.E União.

Classifique este artigo