Apesar do resultado, Londrina diminui diferença para o G-4 da Série B

É neste cenário que o Londrina se coloca após o empate em 0 a 0 com o Oeste, no último sábado (10), mesmo com chances de gols perdidas. O Tubarão contou com os tropeços de CSA, Goiás e Avaí, para diminuir a distância para dois pontos faltando duas rodadas para o término do Campeonato Brasileiro da Série B. Agora o Alviceleste precisará contar com tropeços de seus adversários e com duas vitórias para tornar o sonho da Série A em realidade.

O técnico Roberto Fonseca falou sobre a partida, onde o time não fez um bom primeiro tempo, mas cresceu na segunda etapa, pressionando o Oeste. “No primeiro tempo não conseguimos ter o preenchimento do meio-campo, não tivemos uma boa compactação, ficamos meio longe, distante e essa distância fez com que a equipe do Oeste muitas vezes trabalhasse essa bola. No segundo tempo, a gente reagrupou, tivemos mais perto, fizemos nossas triangulações e automaticamente com nossa triangulações, uma coisa que o Londrina tem forte, a movimentação com a chegada dos extremas até a linha de fundo”, afirmou Fonseca.

O treinador Alviceleste disse que conversou com o atacante Dagoberto após a partida, o atleta teve duas chances para fazer um gol que poderia dar a vitória ao Tubarão em cobrança de pênalti, mas o goleiro adversário fez duas defesas. “Com tristeza [reação do Dagoberto], nesse momento que termina é claro que não tem como ser diferente, ele teve os dois pênaltis e é um jogador que bateu todos os pênaltis e até então teve 100% de aproveitamento, a gente não pode querer crucificá-lo, faz parte do futebol, o goleiro foi bem nos dois lances também, apesar do primeiro ele ter se adiantado e no segundo ele foi muito bem, méritos do goleiro”, comentou o treinador.

A torcida do Londrina fez bonito em Barueri, com cerca de 500 torcedores que foram em sete ônibus que saíram da cidade norte paranaense até o município paulista, fora as vans e carros, além de torcedores do Tubarão que moram nas proximidades, o que Roberto Fonseca espera é essa mesma mobilização para o último jogo do Alviceleste em casa no ano de 2018. “Antes a gente tinha duas partidas fora e uma em casa, agora a gente diminuiu a diferença para dois pontos e com uma partida em casa e outra fora”, enfatizou sobre as chances e jogos que restam no campeonato.

Fonseca avaliou que o time continua praticamente com o mesmo percentual na briga pelo acesso e que eles estão acreditando e o torcedor tem que fazer o mesmo. “A gente continua praticamente com o mesmo percentual, muitas pessoas falaram que se for analisar o resultado do Goiás, nós diminuímos [no momento da entrevista, a partida do Avaí ainda não tinha sido finalizada e estava 0 a 0], então se você analisar para o G-4, o resultado deixou de ser desastroso, então nós encostamos um pouco mais e como já disse, antes nós tínhamos duas partidas fora e uma em casa, hoje nós temos uma em casa e uma fora”, finalizou o comandante do Londrina.

Para o próximo confronto, na sexta-feira (16), contra o CRB, no Estádio do Café, o último jogo do Tubarão em casa em 2018, Roberto Fonseca não poderá contar com o volante João Paulo, que recebeu o terceiro cartão amarelo, é possível que o volante Germano recue e Jardel entre na equipe. Se Avaí e Ponte Preta não vencerem na rodada e com uma vitória simples, o Londrina entra na última rodada dentro do G-4.

Foto: Jefferson Vieira/ Oeste FC Oficial.

Siga em:
Nacional AC vence Ap
Com troca na gestão

Jornalista, formado na Unopar em 2015. Nasci e moro em Londrina. Apaixonado por esportes. Gosto de praticar aquele futebolzinho de final de semana. Futebol não é apenas um esporte, mas sim uma forma de viver.

Classifique este artigo